Resumo

Histórias do Brasil:
Trajetória editorial e mapeamento linguístico de relatos de viagens quinhentistas em um corpus anotado de informações ligadas

O projeto estudará três obras fundamentais da literatura quinhentista sobre o Brasil –  a “História da Província Santa Cruz” de Magalhães de Gandavo (1576), o “Tratados da terra e gente do Brasil” de Fernão Cardim (1584) e “Notícias do Brasil” de Gabriel Soares de Sousa (1584) – sob as perspectivas linguística e filológica, buscando explorar o diálogo estrutural e temático tradicionalmente observado entre elas, mas nunca sistematicamente pesquisado. Da perspectiva filológica, recuperaremos a complexa trajetória editorial de cada uma das obras, sistematizando seus campos bibliográficos desde seu surgimento no século XVI até os dias atuais. Da perspectiva linguística, mapearemos computacionalmente a estrutura sintática e informacional de cada texto e de suas diferentes versões ao longo do tempo, estudando aspectos gramaticais relevantes dos textos e a maneira como estes interagem com a estrutura da informação, numa abordagem comparativa e diacrônica. O projeto produzirá, com isso, um portal de informações ligadas, formando em torno das obras uma rede lógica aprofundada em diversas camadas de análise, graças à aplicação conjunta de técnicas de anotação linguística e web-semântica. Há um duplo efeito na construção dessa rede: de um lado, os fragmentos dispersos de informação sobre as obras passarão a compor um conjunto coeso, com repercussões positivas em diferentes áreas de pesquisa (e, acreditamos, na área da educação). De outro lado, a rede constituirá, em si, uma nova camada a depositar-se sobre as representações editoriais historicamente acumuladas sobre esses textos. Consideramos fundamental refletir criticamente sobre os efeitos dessa representação computacional, e conduziremos paralelamente a prática e a problematização dessa construção. Assim, tanto ao situar-se na confluência entre as humanidades e a computação, como ao adotar uma postura crítica sobre os produtos dessa confluência, o projeto se insere no campo das Humanidades Digitais, e será conduzido no âmbito do Grupo de Pesquisas pioneiro nesse campo no país.

Anúncios