Referências

References

  1. Azevedo, A. M. Desta Vossa Ilha de Vera Cruz… é já outro Portugal! Camões – Revista de Letras e Culturas Lusófonas. N. 8. 2000.
  2. Azevedo, A. M. Prefácio. Em F. Cardim, Tratados da terra e gente do Brasil. Transcrição do texto, introd. e notas Ana Maria de Azevedo. São Paulo : Hedra. 2009.
  3. Berlinck, R.A. Crônicas e relatos de viagens: fontes para o estudo da história da língua. In C.A.A. Murakawa ; M.F. Gonçalves (Orgs). Novas contribuições para o estudo da história e historiografia da língua portuguesa. Araraquara : FCL-UNESP Laboratório Editorial; São Paulo: Cultura Acadêmica. 2007.
  4. Bikel D. On The parameter space of generative lexicalized statistical parsing models. PhD Thesis. University of Pennsylvania; 2004.
  5. Cardim, F. Tratados da terra e gente do Brasil. Edição e notas de J. Capistrano de Abreu. Rio de Janeiro: J. Leite & Cia. 1925.
  6. Cavalcante, S.R.O; Galves, C.; Paixão de Sousa, M. C. Topics, Subjects and Grammatical Change: From Classical to Modern European Portuguese. Book of Abstracts for the Conference Grammatical Change and the Expression of Subjects<http://rhssl1.uni-regensburg.de/SlavKo/conferences/gces/abstracts&gt;. 2010.
  7. Cavalcante, S.R.O; Paixão de Sousa, M. C. Construções de “SE-passivo” na história do português e a posição de sujeitos e complementos In: A. Costa et al. (Org). Textos Seleccionados do XXVI Encontro Nacional da Associação Portuguesa de Linguística. Lisboa: Associação Portuguesa de Linguística / FCT, p. 153-167. <http://www.apl.org.pt/docs/26-textos-seleccionados/Cavalcante_Sousa.pdf&gt;, 2011.
  8. Cavalcante, S.R.O; Paixão de Sousa, M.C. Subject position and SE constructions in the history of Portuguese. 23rd Symposium on Romance Linguistics – Going Romance, Nice, 2009.
  9. Ferreira, M.B. Sujeitos Nulos e Objetos Nulos no Português Brasileiro. Tese de Mestrado. Universidade Estadual de Campinas. 2000.
  10. Figueiredo e Silva, M.C. A Posição do sujeito no Português Brasileiro: Frases finitas e infinitivas. Campinas: Editora da Unicamp. 1996.
  11. Foucault, M. As Palavras e as Coisas. Lisboa: Edições 70, 2005. Trad. Antonio Ramos Rosa. (Paris: Gallimard, 1966).
  12. Galves, C. 2002. Syntax and Style: clitic-placement in Padre Antonio Vieira. Santa Barbara Portuguese Studies 6, pp. 387-403. 2002.
  13. Galves, C. O Português no tempo e no espaço: contato linguístico, gramáticas em competição e mudança paramétrica. Projeto de pesquisa. Universidade Estadual de Campinas/Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. <http://www.bv.fapesp.br/pt/auxilios/55149/a-lingua-portuguesa-no-tempo-e-no-espaco-contato-linguistico-gramaticas-em-competicao-e-mudanca-para&gt;. 2012.
  14. Galves, C. Padrões rítmicos, fixação de parâmetros e mudança linguística. Projeto de pesquisa. Universidade Estadual de Campinas/Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. <http://www.tycho.iel.unicamp.br/~tycho/prfpml/fase1&gt;. 1998.
  15. Galves, C. Padrões rítmicos, fixação de parâmetros e mudança linguística, II. Projeto de pesquisa. Universidade Estadual de Campinas/Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. <http://www.tycho.iel.unicamp.br/~tycho/prfpml/fase2&gt;. 2004.
  16. Galves, C.; Britto, H.; Paixão de Sousa, M.C. The Change in clitic placement from Classical to Modern European Portuguese: Results from the Tycho Brahe Corpus.Journal of Portuguese Linguistics, v. 4, p. 39-67, 2005.
  17. Galves, C.; Paixão de Sousa, M.C. Clitic-placement and the position of subjects in the History of European Portuguese. In: T. Geerts; I. van Ginneken; H. Jacobs. (Org.). Romance Languages and Linguistic Theory: selected papers from Going Romance 2003. Amsterdã: John Benjamins, v. , p. 93-107. 2005.
  18. Galves, C.; Paixão de Sousa, M.C. The loss of Verb-second in the history of Portuguese: Subject position, clitic placement and prosody. Submetido a Journal of Historical Syntax. Em curso (aceito mediante revisões).
  19. Galves, C.; Paixão de Sousa, M.C. The loss of verb-second in the history of Portuguese: subject position, clitic placement and prosody. XII Diachronic Generative Syntax Conference (DiGS), Cambridge, 2010.
  20. Galves, C.; Faria, P. Tycho Brahe Parsed Corpus of Historical Portuguese. <http://www.tycho.iel.unicamp.br/~tycho/corpus/en/index.html&gt; . 2010.
  21. Gandavo, P. M. de. História da prouincia Sãcta Cruz que vulgarme[n]te chamamos Brasil. Em Lisboa: na officina de António Gonsaluez. Fac simile digital, Biblioteca Nacional de Portugal, <http://purl.pt/121&gt;. Edição filológica eletrônica e anotação sintática, Corpus Tycho Brahe, <http://www.tycho.iel.unicamp.br/~tycho/corpus/texts/xml/g_008&gt;. 1576.
  22. Givón, T. Topic continuity in discourse: quantitative cross-language studies. Amsterdam: J. Benjamins. 1983.
  23. Gonçalves, M.F. A “arte de pontuar” no século XVI e os Tratados de Fernão Cardim. Estudos Lingüísticos XXXVI(2). 2007.
  24. Gonçalves, M.F.; Murakawa, C.A.A. Lexicografía implícita en textos del Padre Jesuita Fernão Cardim (c.1548–1625). In: O. Zwartjes, R.A. Marín, T. C. Smith-Stark (eds.), Missionary Linguistics IV / Lingüística misionera IV: Lexicography. Selected papers from the Fifth International Conference on Missionary Linguistics, Mérida, Yucatán. vi, 340 pp. (pp. 233–248). 2009.
  25. Gonçalves, M.F.; Murakawa, C.A.A. Os Tratados da Terra e Gente do Brasil do P. Fernão Cardim: contributos do missionário eborense para o Dicionário Histórico do Português do Brasil. In: S.M. Pereira e F. Vaz, Universidade de Évora (1559-2009) – 450 Anos de Modernidade Educativa. Lisboa: Chiado Editora, pp. 303-321. 2012.
  26. Kroch A, Taylor A. Penn-Helsinki parsed corpus of Middle English. <http://www.ling.upenn.edu/hist-corpora/PPCME2-RELEASE-3/index.htmlra/&gt;. 2000.
  27. Kroch, A. & Taylor, A. Verb Movement in Old and Middle English: dialect variation and language contact. In: A.Van Kemenade & N. Vincent (orgs.),Parameters of morphosyntactic change, pp. 297-325. Cambridge: Cambridge University Press. 1997.
  28. Kroch, A. Morphosyntactic Variation. In: 30th annual meeting of the Chicago Linguistics Society. Proceedings, v. 2, pp. 180-201. 1994
  29. Kroch, A. Reflexes of grammar in patterns of language change. Language Variation and Change, n. 1, pp.199-244. 1989.
  30. Kroch, A. Syntactic change, in M. Baltin & C. Collins (eds.). The Handbook of Contemporary Syntactic Theory. Oxford: Blackwell. 699-729. 2001.
  31. Lombardo, E. O “Sumario de todas as cousas acontecidas em Berberia…”: edição e estudo de uma crônica anônima do século XVI. Mestrado em Filologia e Língua Portuguesa, Universidade de São Paulo/Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (em curso).
  32. Lombardo, E.; Miranda, B.B.; Menezes da Silva, G.; Paixão de Sousa, M. C. As Crônicas Históricas Portuguesas como fontes para Estudos da Língua. História da língua e historiografia da linguística, Mini-Enapol de Historiografia Linguística. 2013.
  33. Mattos e Silva, R.V. (org). A Carta de Caminha: Testemunho linguístico dos 1500. Salvador: EDUFBA/CNPQ. 1996.
  34. Mattos e Silva, R.V. Programa de Pesquisa para a História da Língua Portuguesa.Projeto de Pesquisa, Universidade Federal da Bahia. <http://www.youblisher.com/p/972123-Projeto-Original-do-PROHPOR-em-manuscrito-de-Rosa-Virginia&gt;. 1991.
  35. Menezes da Silva, G. A Valência do predicador CHAMAR na diacronia do português. Dissertação de Mestrado, Unversidade Estadual de Campinas/Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. 2010.
  36. Menezes da Silva, G. As construções de semântica denominativa na diacronia do português. Doutorado em Filologia e Língua Portuguesa, Universidade de São Paulo/Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior .(em curso)
  37. Menezes da Silva, G.; Paixão de Sousa, M. C. A Diacronia do Verbo Chamar e a proeminência à esquerda no português. M.J. Marçalo et al (Eds.): Língua portuguesa: ultrapassar fronteiras, juntar culturas – Actas do II Simposio Mundial de Estudos de Língua Portuguesa. Universidade de Évora.<http://www.simelp2009.uevora.pt/pdf/slg38/01.pdf&gt; . 2010. b
  38. Miranda, B. B. de. A Trajetória editorial da obra de Gabriel Soares de Sousa: aspectos linguísticos e filológicos. Mestrado em Filologia e Língua Portuguesa, Universidade de São Paulo/Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (em curso)
  39. Miranda, B. B. de. A trajetória editorial da obra de Gabriel Soares de Sousa: aspectos linguísticos e filológicos. Iniciação Científica, Universidade de São Paulo/Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. 2009.
  40. Modesto, M. On the Identification of Null Arguments. PhD Dissertation, University of South California. 2000.
  41. Modesto, M. Topic Prominence and Null Subjects. In T. Biberauer (org), The Limits of Syntactic Variation. Amsterdam: J. Benjamins. 2008.
  42. Negrão, E.V. O português brasileiro: uma língua voltada para o discurso. Boletim da Associação Brasileira de Lingüística (ABRALIN), Fortaleza, v. 25, p. 183-199. 2000.
  43. Negrão, E.V.; Viotti, E. Estratégias de impessoalização no português brasileiro. In: José Luiz Fiorin; Margarida Maria Taddoni Petter. (Orgs.). África no Brasil: A formação da língua portuguesa. São Paulo: Editora Contexto, v. , p. 179-203. 2008.
  44. Paixão de Sousa, M. C.  O Corpus Tycho Brahe: contribuições para as humanidades digitais no Brasil. Filologia e Linguística Portuguesa, Brasil, v. 16, p. 53-93. <http://revistas.usp.br/flp/article/view/88404/91296&gt;.  2014.
  45. Paixão de Sousa, M. C. A Expressão dos Sujeitos no Português Clássico e no Português Brasileiro: Hipótese para uma reanálise gramatical. In: Rosae – I Congresso Internacional de Linguística Histórica, 2009, Salvador. Resumos. p. 85-86. 2009.
  46. Paixão de Sousa, M. C. Padrões de ordem sujeito-verbo do Português Médio ao Português Europeu Moderno. In: D. Moura. (Org.). Os Desafios da língua: Pesquisas em língua falada e escrita. Maceió: Editora da Universidade Federal de Alagoas. 2008. b
  47. Paixão de Sousa, M. C. Proeminência à esquerda na diacronia do Português: inovação e continuidade. In: XV ALFAL – Congresso Internacional da Associação de Lingüística e Filologia da América Latina, 2008, Montevidéu. Libro de Resúmenes. Montevidéu : Imprenta Gega, 2008. v. 1. p. 332-333. 2008.
  48. Paixão de Sousa, M. C. Tópicos, Sujeitos e Agentes no Português Médio e no Português Brasileiro: Hipóteses para uma Mudança Gramatical. Mesa Redonda Gramáticas na diacronia do português, II Congresso Internacional de Linguística Histórica: Castilho. 2012.
  49. Paixão de Sousa, M. C. Valências verbais no Português Clássico. Relatório de Pesquisa. Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas. <https://www.academia.edu/7840907&gt;. 2008. a.
  50. Paixão de Sousa, M.C. Língua Barroca: Sintaxe e História do Português nos 1600. Tese de Doutoramento, Universidade Estadual de Campinas/Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. 2004.
  51. Paixão de Sousa, M.C.; Kepler, F.N; Faria, P.P.F. de. e-Dictor V. 1.0 Beta 10. <http://edictor.net/download&gt;. 2013.
  52. Perini, M. A. Estudos de gramática descritiva: As valências verbais. SP: Parábola, 2009.
  53. Pintzuk, S. Phrase structures in competition: Variation and change in Old English word order. Routledge, 2014.
  54. Pintzuk, S. Variation and change in Old English clause structure. Language variation and change 7.02. 229-260. 1995.
  55. Pintzuk, S., Tsoulas, G. & Warner, A. (orgs). Diachronic syntax, models and mechanisms. Oxford: Oxford University Press. 2000.
  56. Pintzuk, S.; Kroch, A. The rightward movement of complements and adjuncts in the Old English of Beowulf. Language variation and change 1.02. 115-143. 1989.
  57. Pintzuk, S.; Taylor, A. The Loss of OV Order in the History of English. The handbook of the history of English. 2008.
  58. Sousa, G.S. de. Notícia do Brasil Manuscrito apógrafo e não-datado. Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin, cota interna. Edição impressa: Sousa, G. S. de.Tratado descriptivo do Brazil em 1587. Edição de Francisco Adolfo de Varnhagen . Rio de Janeiro : Typographia Universal de Laemmert, 1851. Fac Simile digital, Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin, <http://www.brasiliana.usp.br/bbd/handle/1918/01720400&gt;
  59. Taylor A, Pintzuk S. Testing the theory: Information structure in Old English. In K. Bech, K.G. Eide, Eds. Information Structure and Syntactic Change in Germanic and Romance Languages. Amsterdam/Philadelphia: John Benjamins. p. 53-77. 2014.
  60. Taylor A, Pintzuk S. Verb order, object position and information status in Old English. York Papers in Linguistics 2 Issue 12a. 1-24. 2012. a.
  61. Taylor, A., Pintzuk, S. b Rethinking the OV/VO alternation in Old English: the effect of complexity, grammatical weight, and information status. In T. Nevalainen, & E. Traugott (Eds.), The Oxford Handbook of the History of English. Oxford: Oxford University Press. p. 835-845. 2012. b.
  62. Taylor, A.; Pintzuk, S. The effect of information structure on object position in the history of English. Los, Bettelou. 2008.
  63. Taylor, A.; Warner, A.; Pintzuk, S.; Beths, F. The York-Toronto-Helsinki Parsed Corpus of Old English Prose (YCOE). Department of Linguistics, University of York / Oxford Text Archive. <http://www-users.york.ac.uk/~lang22/YcoeHome1.htm&gt;, 2003.

Abstract | 1 Introduction | 2 Overview | 3 Details | References

Anúncios