3.2 Edições Filológicas

Sistema de edições filológicas

Para construir as edições filológias do Corpus, seguiremos uma metodologia de anotação de edição em XML, desenvolvida em projetos anteriores, utilizando a ferramenta eDictor (Paixão de Sousa, Kepler e Faria, 2013).

eDictor é um editor de textos especialmente voltado ao trabalho filológico e à análise lingüística automática. A ferramenta combina um editor de XML e um etiquetador morfossintático, e permite a geração automática de versões correspondentes a edições diplomáticas, semi-diplomáticas e modernizadas (em html), e de versões com anotação morfossintática (em texto simples e xml). A versão 1.0 beta 10 é atualmente utilizado por seis projetos e grupos de pesquisa, e está em fase de inserção em um novo projeto [ver lista], em diferentes universidades de diversos países da lusofonia – Portugal, Brasil, Angola, China (Macau). A ferramenta é o resultado de sete anos de trabalho de linguistas, filólogos e cientistas da computação. A Versão Beta 1.0 1 foi desenvolvida em 2007 (visite a página original), e já continha as funções principais da ferramenta: módulo de anotação XML, possibilidade de transformações XLST e anotação morfosintática automática. Entre 2007 e 2013, graças às sugestões dos usuários, foram feitas dez novas implementações da Versão Beta 1.0.

Projetos:



Histórias do Brasil:
Trajetória editorial e mapeamento linguístico de relatos de viagens quinhentistas em um corpus anotado de informações ligadas

Janeiro, 2015

Anúncios